111 Poemas

>>

Quando Vier a Primavera (1)

Quando vier a Primavera,/ Se eu já estiver morto,/ As flores florirão da mesma maneira/ E as árvores não serão menos verdes que na Primavera passada./ A realidade não precisa de mim./ / Sinto uma ale...

Velhas Árvores (2)

Olha estas velhas árvores, mais belas/ Do que as árvores novas, mais amigas:/ Tanto mais belas quanto mais antigas,/ Vencedoras da idade e das procelas.../ / O homem, a fera, e o inseto, à sombra del...

Praia (3)

Minha praia ardorosa e solitária/ aberta ao grande vento e ao largo mar/ tu me viste querer-lhe com a doce/ piedade das sombras do luar/ / teus cabos se adiantam como braços/ para abraçar as ninfas r...

Quando Está Frio no Tempo do Frio (4)

Quando está frio no tempo do frio, para mim é como se estivesse agradável,/ Porque para o meu ser adequado à existência das cousas/ O natural é o agradável só por ser natural./ / Aceito as dificuldad...

Pelo Tejo Vai-se para o Mundo (5)

O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia,/ Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia/ Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia./ O Tejo tem grandes...

No Entardecer dos Dias de Verão (6)

No entardecer dos dias de Verão, às vezes,/ Ainda que não haja brisa nenhuma, parece/ Que passa, um momento, uma leve brisa.../ Mas as árvores permanecem imóveis/ Em todas as folhas das suas folhas/ ...

As Rosas (7)

Rosas que desabrochais,/ Como os primeiros amores,/ Aos suaves resplendores/ Matinais;/ / Em vão ostentais, em vão,/ A vossa graça suprema;/ De pouco vale; é o diadema/ Da ilusão....

Querem uma Luz Melhor que a do Sol! (8)

AH! QUEREM uma luz melhor que/ a do Sol!/ Querem prados mais verdes do que estes!/ Querem flores mais belas do que estas/ que vejo!/ A mim este Sol, estes prados, estas flores contentam-me./ Mas, se ...

Árvores do Alentejo (9)

Ao Prof Guido Battelli/ / Horas mortas... Curvada aos pés do Monte/ A planície é um brasido... e, torturadas,/ As árvores sangrentas, revoltadas,/ Gritam a Deus a bênção duma fonte!/ / E quando, manh...
Charneca em Flor

Em uma Tarde de Outono (10)

Outono. Em frente ao mar. Escancaro as janelas/ Sobre o jardim calado, e as águas miro, absorto./ Outono... Rodopiando, as folhas amarelas/ Rolam, caem. Viuvez, velhice, desconforto.../ / Por que, be...
>>

Facebook

Inspirações

Como Recordamos

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE