109 Poemas

>>

A Forma Justa (1)

Sei que seria possível construir o mundo justo/ As cidades poderiam ser claras e lavadas/ Pelo canto dos espaços e das fontes/ O céu o mar e a terra estão prontos/ A saciar a nossa fome do terrestre/...

Ser Poeta (2)

Ser Poeta é ser mais alto, é ser maior/ Do que os homens! Morder como quem beija!/ É ser mendigo e dar como quem seja/ Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!/ / É ter de mil desejos o esplendor/ E não ...
Charneca em Flor

Meu Camarada e Amigo (3)

Revejo tudo e redigo/ meu camarada e amigo./ Meu irmão suando pão/ sem casa mas com razão./ Revejo e redigo/ meu camarada e amigo/ / As canções que trago prenhas/ de ternura pelos outros/ saem das mi...

Vaidade (4)

Sonho que sou a Poetisa eleita,/ Aquela que diz tudo e tudo sabe,/ Que tem a inspiração pura e perfeita,/ Que reúne num verso a imensidade!/ / Sonho que um verso meu tem claridade/ Para encher todo o...
Livro de Mágoas

Dispersão (5)

Perdi-me dentro de mim/ Porque eu era labirinto,/ E hoje, quando me sinto,/ É com saudades de mim./ / Passei pela minha vida/ Um astro doido a sonhar./ Na ânsia de ultrapassar,/ Nem dei pela minha vi...

O Poema Original (6)

Original é o poeta/ que se origina a si mesmo/ que numa sílaba é seta/ noutra pasmo ou cataclismo/ o que se atira ao poema/ como se fosse ao abismo/ e faz um filho às palavras/ na cama do romantismo....

Autopsicografia (7)

O poeta é um fingidor./ Finge tão completamente/ Que chega a fingir que é dor/ A dor que deveras sente./ / E os que lêem o que escreve,/ Na dor lida sentem bem,/ Não as duas que ele teve,/ Mas só a q...

Poema do Silêncio (8)

Sim, foi por mim que gritei./ Declamei,/ Atirei frases em volta./ Cego de angústia e de revolta./ / Foi em meu nome que fiz,/ A carvão, a sangue, a giz,/ Sátiras e epigramas nas paredes/ Que não vi s...

Se Depois de Eu Morrer, Quiserem Escrever a Minha Biografia (9)

Se depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia,/ Não há nada mais simples/ Tem só duas datas — a da minha nascença e a da minha morte./ Entre uma e outra cousa todos os dias são meus./ /...

Aos Poetas (10)

Somos nós/ As humanas cigarras./ Nós,/ Desde o tempo de Esopo conhecidos.../ Nós,/ Preguiçosos insectos perseguidos./ / Somos nós os ridículos comparsas/ Da fábula burguesa da formiga./ Nós, a tribo ...
>>

Facebook

Inspirações

A Simples Harmonia

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE