65 Poemas

>>

Tabacaria (1)

Não sou nada./ Nunca serei nada./ Não posso querer ser nada./ À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo./ / Janelas do meu quarto,/ Do meu quarto de um dos milhões do mundo que ninguém sabe...

Apesar das Ruínas (2)

Apesar das ruínas e da morte,/ Onde sempre acabou cada ilusão,/ A força dos meus sonhos é tão forte,/ Que de tudo renasce a exaltação/ E nunca as minhas mãos ficam vazias./ / Sophia de Mello Breyn...

Entre o Sono e Sonho (3)

Entre o sono e sonho,/ Entre mim e o que em mim/ É o quem eu me suponho/ Corre um rio sem fim./ / Passou por outras margens,/ Diversas mais além,/ Naquelas várias viagens/ Que todo o rio tem./ / Cheg...

Pedra Filosofal (4)

Eles não sabem que o sonho/ é uma constante da vida/ tão concreta e definida/ como outra coisa qualquer,/ como esta pedra cinzenta/ em que me sento e descanso,/ como este ribeiro manso/ em serenos so...

Põe-me as Mãos nos Ombros... (5)

Põe-me as mãos nos ombros.../ Beija-me na fronte.../ Minha vida é escombros,/ A minha alma insonte./ / Eu não sei por quê,/ Meu desde onde venho,/ Sou o ser que vê,/ E vê tudo estranho./ / Põe a tua ...

Che Guevara (6)

Contra ti se ergueu a prudência dos inteligentes e o arrojo/ [dos patetas/ A indecisão dos complicados e o primarismo/ Daqueles que c...

Sonho. Não Sei quem Sou (7)

Sonho. Não sei quem sou neste momento./ Durmo sentindo-me. Na hora calma/ Meu pensamento esquece o pensamento,/ Minha alma não tem alma./ / Se existo é um erro eu o saber. Se acordo/ Par...

Sonho (8)

Teria passado a vida/ atormentado e sozinho/ se os sonhos me não viessem/ mostrar qual é o caminho/ / umas vezes são de noite/ outras em pleno de sol/ com relâmpagos saltados/ ou vagar de caracol/ / ...

Quem? (9)

Não sei quem és. Já não te vejo bem.../ E ouço-me dizer (ai, tanta vez!...)/ Sonho que um outro sonho me desfez?/ Fantasma de que amor? Sombra de quem?/ / Névoa? Quimera? Fumo? Donde vem?.../ - Não s...
A Mensageira das Violetas

Durmo. Se Sonho, ao Despertar não Sei (10)

Durmo. Se sonho, ao despertar não sei/ Que coisas eu sonhei./ Durmo. Se durmo sem sonhar, desperto/ Para um espaço aberto/ Que não conheço, pois que despertei/ Para o que inda não sei./ Melhor é nem ...
>>

Facebook

Inspirações

Fazer com Alegria

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE