Fernando Pessoa

Portugal
13 Jun 1888 // 30 Nov 1935
Poeta

156 Textos

>>

Os Meus Sonhos São Mais Belos que a Conversa Alheia (1)

Não faço visitas, nem ando em sociedade alguma - nem de salas, nem de cafés. Fazê-lo seria sacrificar a minha unidade interior, entregar-me a conversas inúteis, furtar tempo senão aos meus raciocínio...

Hoje Tomei a Decisão de Ser Eu (2)

Hoje, ao tomar de vez a decisão de ser Eu, de viver à altura do meu mister, e, por isso, de desprezar a ideia do reclame, e plebeia sociabilizacão de mim, do Interseccionismo, reentrei de vez, de vol...

A Verdadeira Filosofia de Vida (3)

Trabalhar com nobreza, esperar com sinceridade, sentir as pessoas com ternura, esta é a verdadeira filosofia.
1 - Não tenhas opiniões firmes, nem creias demasiadamente no valor das tuas opini...

O Maior Amor e as Coisas que Se Amam (4)

Tomara poder desempenhar-me, sem hesitações nem ansiedades, deste mandato subjectivo cuja execução por demorada ou imperfeita me tortura e dormir descansadamente, fosse onde fosse, plátano ou cedro q...

Procurar o Sonho é Procurar a Verdade (5)

A única realidade para mim são as minhas sensações. Eu sou uma sensação minha. Portanto nem da minha própria existência estou certo. Posso está-lo apenas daquelas sensações a que eu chamo minhas. A v...

Conselhos de Vida (6)

1 - Faça o menos possível de confidências. Melhor não as fazer, mas, se fizer alguma, faça com que sejam falsas ou vagas.
2 - Sonhe tão pouco quanto possível, excepto quando o objectivo direc...

O Amor pede Identidade com Diferença (7)

O amor pede identidade com diferença, o que é impossível já na lógica, quanto mais no mundo. O amor quer possuir, quer tornar seu o que tem de ficar fora para ele saber que se torna seu e não ...

O Sonho é a Pior das Cocaínas (8)

O sonho é a pior das cocaínas, porque é a mais natural de todas. Assim se insinua nos hábitos com a facilidade que uma das outras não tem, se prova sem se querer, como um veneno dado. Não dói, não de...

Quando Falo com Sinceridade não sei com que Sinceridade Falo (9)

Não sei quem sou, que alma tenho.
Quando falo com sinceridade não sei com que sinceridade falo. Sou váriamente outro do que um eu que não sei se existe (se é esses outros).
Sinto cren...

A Felicidade vem da Monotonia (10)

Em sua essência a vida é monótona. A felicidade consiste pois numa adaptação razoavelmente exacta à monotonia da vida. Tornarmo-nos monótonos é tornarmo-nos iguais à vida; é, em suma, viver plenament...
>>

Facebook

Inspirações

Lidar com os Outros

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE